Menu

Sociedade Após sete mil novos casos de Covid-19 em 24 horas no AM, especialista prevê ‘pico’ até fevereiro

Primeiro Centro de Testagem de Covid-19 em Manaus (Camila Batista / Semsa)

Victória Sales – Da Revista Cenarium

MANAUS – O Amazonas registrou o maior número de novos casos confirmados de Covid-19 nessa quarta-feira, 19, desde o início da pandemia da doença. Segundo a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), mais de sete mil casos foram registrados, totalizando 464.913 casos. Além disso, o boletim informativo confirmou três óbitos em decorrência do vírus.

De acordo com o infectologista Nelson Barbosa, esse aumento no número de casos de Covid-19 é resultado, principalmente, das aglomerações em festas de fim de ano. “Além desses eventos que ocorrem em comemoração ao fim do ano, teve também o relaxamento no uso de máscaras. O pico dessa nova onda acontece entre quatro a seis semanas, depois desse período que a gente vai ver uma diminuição de casos no Estado”, relatou.

Primeiro Centro de Testagem de Covid-19 em Manaus (Ruan Souza / Semsa)

Segundo a empresária Socorro Medeiros, que contraiu a doença nos últimos dias e percebeu isso por conta da variação de sintomas, diz que nos primeiros dias começou a sentir a garganta inflamada, logo depois veio a dor no corpo, ficou sem paladar, dores bem fortes de cabeça, e percebeu que poderia ser o vírus. Em seguida, procurou um posto de testagem para confirmar e deu positivo.

A FVS-AM relatou ainda que na capital amazonense, segundo dados da Prefeitura de Manaus, na última terça-feira, 18, foi registrado um sepultamento por Covid-19. Com os casos confirmados, os pacientes internados em Manaus somam 466 pessoas, sendo 369 em leitos clínicos, 82 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI), sendo 15 em sala vermelha.

Vacina

No Amazonas, 55,6% da população possui cobertura vacinal com as duas doses da vacina, chegando a 620.765 de doses aplicadas. Já a situação vacinal dos 369 pacientes internados é: 155 não são vacinadas, 47 são crianças menores de 12 anos, 25 têm apenas a primeira dose, 121 têm as duas doses e somente 21 têm a dose de reforço. Na UTI, de 82 pacientes internados, 39 não se vacinaram, três são crianças menores de 12 anos, três têm a primeira dose, 23 têm as duas doses e 14 têm dose de reforço.

Municípios

Dos 464.913 casos confirmados no Amazonas até esta quarta-feira, 19, 226.225 são de Manaus (48,66%) e 238.688 do interior do Estado (51,34%).

A capital, Manaus, tem 3.401 novos casos confirmados. No interior, os 49 municípios que têm casos novos registrados são: Iranduba (722), Tefé (563), Itacoatiara (449), Tabatinga (232), Rio Preto da Eva (207), Benjamin Constant (174), Humaitá (171), Coari (128), Careiro (108), Urucurituba (98), Maués (90), Atalaia do Norte (88), Novo Aripuanã (86), Barcelos (70), Anori (68), Manaquiri (67), Careiro da Várzea (57), Manicoré (52), Borba (50), São Gabriel da Cachoeira (46), Alvarães (45), Presidente Figueiredo (44), Caapiranga (41).

Além de Anamã (38), Barreirinha (38), Parintins (35), Itapiranga (32), Autazes (31), São Paulo de Olivença (29), Santa Isabel do Rio Negro (25), Santo Antônio do Içá (25), Urucará (25), Boca do Acre (22), Codajás (21), Manacapuru (21), Jutaí (20), Tapauá (19), Lábrea (12), São Sebastião do Uatumã (12), Uarini (11), Carauari (8), Maraã (7), Canutama (6), Amaturá (4), Boa Vista do Ramos (3), Eirunepé (1), Nhamundá (1), Pauini (1) e Tonantins (1).

Medidas de prevenção

Especialistas ainda destacam que as medidas de prevenção contra a Covid-19 permanecem as mesmas: uso da máscara de proteção facial, manter a distância entre as pessoas, lavagens das mãos com água e sabão ou a utilização de álcool em gel e a adesão à imunização realizada na Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19.