Menu

Sociedade De ‘reservado’ a figura pública: conheça o ‘PM gato’ de Rondônia que está conquistando o Brasil

Além do sucesso nas redes, Iuri Gibaldi também é conhecido pelo bom desempenho na Polícia Militar de Rondônia (PMRO) e recebe condecorações por isso (Arte: Thiago Alencar/Agência Amazônia)
Iury Lima – Da Agência Amazônia

VILHENA (RO) – “Tímido e reservado” é como o policial militar Iuri Gibaldi, de 28 anos, descreve a si próprio. Ele conta que sempre foi cauteloso com a exposição da própria imagem nas redes, mas isso mudou – literalmente do dia para a noite –, na última semana, após atender a uma ocorrência em uma escola pública de Porto Velho. Bastou um vídeo publicado por um estudante no TikTok, 5 milhões de visualizações e, pronto: a internet lhe concedeu o título de ‘PM gato’.

Comentários como “todo mundo tem o direito de ser preso” e perguntas do tipo “sua mãe te vende?” passaram a aparecer com frequência no Instagram, rede social que ele mal usava. Sair de casa, seja durante uma folga ou a serviço, também mudou para o policial: as pessoas o param para fazer elogios e pedir fotos com ele.

Iuri Gibaldi, de 28 anos, sempre quis ser policial militar (Reprodução/Arquivo Pessoal)

Aprendendo a ser influencer

Além do sucesso pelas ruas da capital de Rondônia, seguidores surgem de todos os cantos do Brasil. Já são quase 50 mil; antes eram pouco mais de 1 mil. Em entrevista à AGÊNCIA AMAZÔNIA, Gibaldi contou como foi se tornar influencer – mesmo que sem querer. 

Leia também: Conheça a família do pequeno Miguel, o bebê que viralizou ao nascer empelicado em Rondônia

“Foi algo extremamente inusitado. Eu estava de serviço. A ocorrência foi de manhã e, na hora do almoço, meu celular começou a apitar com o pessoal me mandando mensagem, falando que eu estava nas redes sociais. Até, então, eu pensei que isso ficaria apenas no âmbito do Estado (…) então me dei conta dessa proporção gigantesca”, contou Iuri. 

Apesar da política pessoal de fazer poucas e breves aparições nas redes sociais, o jovem PM se comprometeu a cativar o público como forma de agradecimento.

“Vou fazer isso por conta de todo o carinho que eu venho recebendo das pessoas. Apesar de eu ser tímido, vou ultrapassar essa barreira lentamente. Vale a pena esse esforço”, prometeu.

Iuri Gibaldi, de 28 anos, sempre quis ser policial militar (Reprodução/Arquivo Pessoal)

Já quando questionado se ele acha provável que aconteça de alguém discar 190 e exigir a presença dele em uma ocorrência, o ‘PM gato’ respondeu: “Não duvido que isso possa acontecer, viu…(risos) já que tem tanta gente me pedindo para ser presa. As pessoas dizem que a criminalidade vai aumentar quando eu estiver de serviço”, brincou.

Vida amorosa

Sem revelar o nome da amada, Iuri Gibaldi disse que está namorando (o que muitos seguidores perguntam). Ele brinca e diz que não se importa com as cantadas que recebe. “Minha namorada está curtindo tudo isso, também. A gente fica lendo os comentários e morrendo de rir”, contou.

Destaque da PM

“Meu sonho sempre foi ser policial”, contou o PM à reportagem. “Costumo dizer que existem dois momentos muito importantes na vida de um homem: quando ele nasce e quando ele escolhe para o que nasceu. E eu nasci para ser policial. Acordo me sentindo realizado todos dias e exerço a minha profissão com muito amor”, disse ainda.

Gibaldi, que sonha um dia integrar a Polícia Rodoviária Federal (PRF) – e vem se preparando para isso -, é conhecido pelo bom desempenho na Polícia Militar de Rondônia (PM-RO) e recebe condecorações pelo trabalho.  Um desses prêmios veio recentemente; o de Destaque Operacional Trimestral do 1º BPM, com o qual foi agraciado há dois meses.

O agente vem recebendo prêmios e condecorações pelo ótimo desempenho operacional, na PM de Rondônia (Reprodução/Arquivo Pessoal)

Imagem da PM

À AGÊNCIA AMAZÔNIA, o agente revelou que também pretende utilizar a influência que ganhou para levar mensagens positivas aos jovens, seu público mais fiel. Ele já vem se dedicando a dar respostas sensatas e livres de preconceitos para discussões que chegam a sua caixa de perguntas no Instagram, como, por exemplo, a atuação feminina na polícia e na sociedade: “elas devem estar na PM e em todos os lugares”, disse a um seguidor.

Ele também quer aproveitar para melhorar a imagem da PM no Estado. “Na maioria das vezes, nós só vemos notícias sobre os erros da Polícia Militar e, muito raramente, sobre os acertos. Isso [o engajamento], com certeza, vai contribuir para levar o nome da instituição como um todo, de uma forma positiva. Significa humanizar a farda”, declarou.

Comentários como “todos tem o direito de ser preso” e “sua mãe te vende?” passaram a surgir com frequência no posto do PM (Reprodução/Arquivo Pessoal)

Por fim, Iuri expressou enorme gratidão pelo carinho que tem recebido. “Muito obrigado por toda essa receptividade, que eu nunca imaginei que receberia na minha vida. Nunca procurei fama, nunca gostei muito de tirar fotos e sempre fui meio recluso. Mas quando isso aconteceu, percebi que estou sendo muito querido pelas pessoas. Agradeço demais aos alunos do Colégio Carmela Dutra e ao Ximenes, o aluno que publicou o vídeo. Só gratidão”, concluiu o PM.