Menu

Turismo ESPECIAL | Gestão em pauta – Boa Vista: tendência do Turismo em 2022

Gabriel Abreu – Da Revista Cenarium

BOA VISTA (RR) — Uma pesquisa divulgada pelo Ministério do Turismo apontou que Boa Vista está entre os 25 destinos considerados tendência para 2022. A capital do Estado menos populoso e povoado do Brasil foi citada no periódico especial “Tendências do Turismo”, da Rede de Inteligência de Mercado do Turismo (Rimt).

Com suas serras e montanhas, Roraima recebe turistas do mundo todo. O primeiro destino turístico fica localizado no extremo Norte do Estado e forma a tríplice fronteira entre Brasil, Venezuela e República Cooperativa da Guiana. O Monte Roraima, que tem mais de 2,8 mil metros de altura e um platô de 34 km² – a forma de relevo constituída por uma superfície elevada –, é um local único.

Boa Vista é a única capital brasileira localizada totalmente acima da linha do Equador, com população estimada em 436 mil pessoas em 2021, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O local também é conhecido como “berço de Macunaíma”, o “anti-herói” protagonista do livro publicado, em 1928, por Mário de Andrade.

O Parque Rio Branco é um dos principais complexos turísticos de Boa Vista (Foto: Fernando Teixeira)

Parque Rio Branco

Um dos principais cartões-postais de Boa Vista é o Parque do Rio Branco. Inaugurado em 2020, o complexo turístico Parque do Rio Branco é também uma obra social. Ele foi erguido às margens do Rio Branco, que banha o Estado de Roraima, e fica localizado no bairro Francisco Caetano Filho, zona que sofria anualmente com alagamentos causados pelas fortes chuvas, o intenso fluxo de tráfico de drogas e a prostituição. Quando as obras foram iniciadas, mais de 350 famílias em situação de vulnerabilidade que residiam no local foram indenizadas e deslocadas.

Diversos atrativos turísticos compõem o local. Uma das experiências marcantes e imperdíveis que os turistas podem ter ao visitar o Parque Rio Branco é o Mirante Edileusa Lóz, que tem 120 metros de altura, sendo o ponto de observação mais alto de Boa Vista e da Região Norte, possibilitando uma vista panorâmica de 360º de toda a cidade. De um lado, toda a arquitetura da capital e, de outro, a orla do Rio Branco e outros atrativos da natureza. A parte superior do mirante possui 250 metros quadrados, com piso e guarda-corpo de vidro.

No parque, há ainda a maior “Selvinha Amazônica” de Boa Vista, com elementos da fauna e da flora amazônica, o espelho d’água em formato de meia-lua, uma praia artificial, quadras de esportes, calçadões para a prática de caminhadas, murais artísticos, com 34 pinturas de artistas regionais, e uma obra gigante pintada pelo artista de renome internacional Eduardo Kobra.

Boa Vista transformada

Outro local turístico que é referência na capital é o Complexo Ayrton Senna. Quem passeia pelo local nem imagina que já foi uma imensa vala, com mais de três quilômetros de extensão. As obras de transformação do espaço iniciaram ainda durante as primeiras gestões da ex-prefeita Teresa Surita. Ao sair do Aeroporto Internacional, os visitantes podem conhecer as Praças do Triângulo, das Águas, Fábio Marques Paracat e o Palco Velia Coutinho.

O Complexo Ayrton Senna é outra referência turística da capital de Roraima (Foto: Fernando Teixeira)

São cerca de dois quilômetros das mais variadas opções para quem gosta de lazer, esportes, skate, bicicleta ou quer, simplesmente, fazer caminhadas e atividades físicas ao ar livre. O espaço também é pensado especialmente para a primeira infância: os pequenos têm à disposição playgrounds com pisos emborrachados e brinquedos interativos e desafiadores, que vão desde balanços, cavalinhos, minhocão, escorregadores, caracol, além dos infláveis, pula-pula, carros elétricos e outros.

Para quem deseja conhecer a capital, há a possibilidade de chegar por via aérea e terrestre, pela BR-174, rodovia federal que liga Boa Vista a Manaus e à Venezuela. A culinária também é um dos carros-chefes para os visitantes. Ao longo do Complexo Ayrton Senna, várias guloseimas nos quiosques como o sanduíche chamado ‘aloprado’, batizado com esse nome por ser um sanduíche grande e recheado de ingredientes. Outras opções para os turistas são a damorida e a paçoca, pratos típicos dos macuxis.