Menu

Central da Política Pela primeira vez, pesquisa aponta Wilson Lima à frente de Amazonino na disputa pelo Governo do AM

O levantamento foi realizado pelo Instituto Iveritas, no período de 22 a 26 de julho de 2022 (Thiago Alencar/CENARIUM)
Ívina Garcia – Da Revista Cenarium

MANAUS – Pela primeira vez, uma pesquisa apontou que o atual governador e candidato à reeleição Wilson Lima (União) aparece à frente do candidato Amazonino Mendes (Cidadania), no primeiro turno das Eleições 2022 para o Governo do Amazonas. O levantamento foi realizado pelo Instituto Iveritas, no período de 22 a 26 de julho de 2022.

Na pesquisa estimulada, quando o entrevistador oferece a lista de candidatos, Wilson aparece com 33,3% das intenções de voto, enquanto Amazonino fica com 30,8%. Apesar dos números configurarem um empate técnico, Wilson não havia, até então, ultrapassado o ex-governador nas pesquisas.

Em terceiro lugar, o pré-candidato Eduardo Braga (MDB) caiu nas pesquisas, desde a última publicação do Iveritas, em junho, que mostrava 19% para o senador. Agora, Braga aparece com 16,7%. Os demais: Carol Braz (3,7%), Ricardo Nicolau (2,9%), Henrique Oliveira (2,8%) e Marcelo Amil (1,9%) se somados os percentuais (10,7%), nem sequer conseguem atingir o número do terceiro colocado. Brancos, nulos e indecisos somam 8,4%.

Leia também: Pesquisa nacional aponta empate entre Wilson Lima e Amazonino Mendes na disputa pelo Governo do AM

Pesquisa mostra Wilson Lima na liderança (Reprodução)

Pesquisa espontânea

Já no cenário espontâneo, quando a pergunta é feita sem oferecer opções, Amazonino e Wilson aparecem empatados com pequenas diferenças nos décimos. O ex-governador está na frente com 24,9%, enquanto Lima registra 24,7% das intenções. Braga aparece, novamente, atrás com 12,9%. Os demais candidatos registram menos de 1%. Não souberam responder correspondem a 28,6% dos entrevistados, enquanto brancos e nulos somam 1%.

Na pesquisa de junho, Wilson estava à frente de Mendes por décimos. O atual governador registrava 22,7% e Amazonino 22,1%. À época, Eduardo Braga aparecia com 14,8%, dois pontos acima do registrado na pesquisa atual. Os demais pré-candidatos apareciam abaixo dos 3%.

Pesquisa espontânea aponta empate técnico (Reprodução)

Na pesquisa registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) sob o número AM-0897/2022, foram entrevistados 5.611 eleitores de Manaus e dos municípios de Iranduba, Manacapuru, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Itacoatiara, Maués, Parintins, Careiro Castanho, Autazes, Coari e Tefé.

Cenários

Em um segundo turno, entre Wilson Lima e Amazonino, o ex-governador sairia ganhando com 42,5% dos votos contra 41,2% de Lima. Brancos e nulos somam 10,5% e 5,8% não souberam responder.

Nos demais cenários de disputa, entre Braga e Wilson ou Braga e Amazonino, o candidato do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) perde em todos eles com o mesmo percentual de 32,3% dos votos, contra 44,7% de Amazonino ou Wilson.

Leia também: Nova pesquisa confirma empate técnico entre Amazonino Mendes e Wilson Lima na disputa pelo Governo do AM; Braga desaba

Para o sociólogo e analista político Helso Ribeiro, o cenário das convenções tem favorecido a reeleição de Wilson Lima. “As pesquisas refletem o momento e existe a margem de erro. Se pegar as últimas pesquisas, você percebe que há essa tendência. Wilson Lima tem conseguido baixar a rejeição e tem marchado lentamente (para passar Amazonino)”.

De acordo com a pesquisa, quando perguntados sobre avaliação do trabalho de Wilson Lima, a maioria dos entrevistados (15,2%) deu nota 8 para o atual governador, correspondente a “bom” na tabela.

Convenções

As últimas convenções partidárias, quando os candidatos são apresentados oficialmente, devem acontecer até sexta-feira, 5 de agosto. No último dia 30 de julho, aconteceu a convenção do partido Cidadania, em coligação com o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), onde apresentaram Amazonino Mendes e o vice Humberto Michiles, oficialmente, como candidatos.

Durante o evento, Amazonino dividiu palanque com o também ex-governador cassado por compra de votos, em 2014, José Melo. Apresentando discurso populista, o candidato prometeu aumentar o auxílio estadual, atacou policiais militares e usou termo considerado racista. Com tantas polêmicas e pouco apoio expressivo ao lado, Helso avalia que o crescimento de Lima em cima de Amazonino se deu pelas alianças formadas.

“Nesse período pré-convencional, nós observamos muitos partidos indo na direção de Wilson Lima, então, isso já é um indicativo. Eu vejo convenções favorecendo Wilson Lima, porque muitos partidos estão aderindo a candidatura dele e o interior aumentando o número de apoio (a Wilson Lima)”, avalia o analista.

A convenção do União Brasil com o Avante, onde Wilson Lima e o pré-candidato a vice Tadeu de Souza serão apresentados como candidatos, acontece na noite desta quinta-feira, 4, no Espaço Via Torres, em Manaus.

Presidência

Na disputa pela Presidência da República, Jair Bolsonaro (PL) é o escolhido por 44,7% dos eleitores do Amazonas, enquanto o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aparece logo em seguida com 43,5% das intenções de votos. Ciro Gomes (PDT) tem 3,6% das intenções de votos e a candidata do MDB, Simone Tebet, é a opção para 2,4%. Os entrevistados que ainda não sabem em quem votar somam 3% e os que vão optar por votar em branco ou nulo são 2%.

Intenção de votos para presidente no Amazonas (Reprodução)

Quando o cenário é de rejeição, o petista é citado por 41,8% dos entrevistados, já o atual presidente tem 39,9% das rejeições, seguido de Ciro Gomes com 6,5% e Simone Tebet com 2,7%. Os que não souberam responder somam 6% e aqueles que rejeitam todos os candidatos à Presidência são 3,2%.

Veja a pesquisa na íntegra: