Menu

Sociedade Por conta da Ômicron, Amazonas registra em seis dias mais de 34 mil casos de Covid-19

Em relação ao ano passado, houve uma redução de 87% no número de internações e 98,4% no número de óbitos (Bruno Kelly/Reuters)

Priscilla Peixoto – Da Revista Cenarium

MANAUS — Levantamento feito pela CENARIUM com base nos boletins epidemiológicos da Fundação de Vigilância em Saúde (FSV-AM) e divulgado até esta sexta-feira, 21, mostra que o Amazonas registrou em seis dias 34.615 casos e 21 óbitos. A reportagem usou os dados de domingo, 16, até esta sexta-feira, 21. O Estado vive uma alta por conta da nova variante Ômicron.

Nesta sexta-feira, 21, a FVS-AM divulgou que nos primeiros 19 dias de janeiro deste ano, o Estado registrou 657 novas internações e 31 mortes pela contaminação do novo coronavírus. No mesmo período do ano passado, foram 5.125 internações e 2.050 mortes causadas pela Covid-19, ou seja, uma redução de 87% no número de internações e 98,4% no número de óbitos.

De acordo com o secretário de Saúde do Amazonas, Anoar Samad, a rede de saúde está se organizando para atender a população. “A variante Ômicron pode pressionar nosso sistema de saúde, mas nada comparado ao que vivemos no ano passado com a variante Gama. A redução comprova que, apesar do aumento no número de casos, as hospitalizações e óbitos não acompanharam esse avanço. Reforçamos as medidas básicas de proteção, como lavagem das mãos, uso do álcool gel e, principalmente, manter o esquema vacinal em dia”, disse o secretário.

De acordo com informações oficiais publicadas pelo governo do Estado, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) tem monitorado a taxa de ocupação dos leitos nas unidades da rede pública e possui estratégias, dentro do Plano de Contingência Estadual de Combate à Covid-19, para ampliar o número de leitos na rede estadual, como no Hospital Delphina Aziz, no Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV) e o Hospital de Combate à Covid-19 Nilton Lins.

Leia também:

Gráfico mostra números de casos registrados em seis dias (Arte: Guilherme Oliveira)

Boletim

Ainda segundo informações oficiais publicadas pela FVS-RCP nesta sexta-feira, 21, por meio do Boletim Diário de Covid-19, edição número 657, o diagnóstico de 8.063 novos casos de Covid-19, totalizando 481.295 casos da doença no Estado.

De acordo com o boletim, foram confirmados oito óbitos pela Covid-19, sendo quatro ocorridos na quinta-feira, 20, e quatro óbitos foram encerrados por critérios clínicos, de imagem, clínico-epidemiológico ou laboratorial, elevando para 13.877 o total de mortes.

Na capital, de acordo com dados da Prefeitura de Manaus, na quinta-feira, 20, foram registrados 13 sepultamentos pela Covid-19. O boletim acrescenta ainda que 40.667 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão sendo acompanhadas pelas secretarias municipais de saúde, o que corresponde a 8,44% dos casos confirmados ativos.

Rede de Assistência

Entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, internados em Manaus há 544 pacientes, sendo 444 em leitos clínicos (49 na rede privada e 395 na rede pública), 89 em UTI (19 na rede privada e 70 na rede pública) e 11 em sala vermelha.

Em relação à situação vacinal dos pacientes internados com a Covid-19, dos 533 pacientes internados em leitos clínicos e UTI, 285 são pessoas não vacinadas, 118 têm esquema vacinal incompleto e 130 têm esquema vacinal completo.

Há ainda outros 14 pacientes internados considerados suspeitos e que aguardam a confirmação do diagnóstico. Desses, oito estão em leitos clínicos na rede privada, seis estão em UTI (três na rede privada e três na rede pública).

No informe também consta que há outros 96 pacientes internados com Covid-19, na rede pública de saúde do interior do Estado, conforme informado pela Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM). São três em Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) e 93 em leitos clínicos.